conferência

Portugal Desigual, Portugal Submisso

«(…) na “província” existe gente com valores, com capacidades, com mérito profissional, empresarial, académico, científico e político para assumir responsabilidades em qualquer nível do aparelho do Estado ou do Governo e, por maioria de razão, das estruturas partidárias. Não temos (…) qualquer limitação intelectual ou política, nem qualquer complexo de inferioridade que nos impeça de disputar, pelo mérito, qualquer lugar, seja este onde for.»