entrevista

Há um ‘Tea Party’ no CDS e Cristas não fala dele

Quem nos acusa de falta de representatividade, então está a acusar o CDS de falta de representatividade no país. Nós valemos 10% no congresso e a alternativa à atual liderança vale 30% no congresso. Não é para ignorar, não é falta de representatividade, é o que é. Uma líder inteligente e que agrega tem de ter em conta estas diferentes sensibilidades e tem de tentar conciliar, ouvir, escutar.

opinião

Afirmativamente de Direita

Os partidos portugueses apresentam-se acantonados na esquerda ou pela esquerda. Se não há qualquer dúvida quanto aos projectos ideológicos dos partidos da extrema-esquerda, da esquerda ortodoxa ou mesmo da esquerda democrática, seja socialista ou social-democrata, também não deveria haver dúvida quanto aos partidos que ocupam o espaço ideológico e político da direita.

actualidade

Sem Direita, o Regime é coxo

Manuel Monteiro apontou um enviesamento ao sistema político português, salientando que “um regime que começa à esquerda e termina ao centro é um regime que lhe falta algo”.

“Houve uma época em que o CDS se afirmou claramente precisamente na ideia de que nenhum regime pode ser um regime estável se é coxo”

conferência

A Direita e o Estado Social

Paulo Otero convida…
Congresso TEM Pensar Portugal 2018, Lisboa, 20 de Outubro

«A tradição judaico-cristã aponta para esse modelo de Estado social. Isto não é uma prerrogativa da esquerda. A defesa dos trabalhadores, a defesa do trabalho, a dignificação das condições laborais é também um património [da direita], um património proveniente da doutrina social da Igreja»