TEM/CDS

Junte-se a nós!

Propomos para a sociedade portuguesa um modelo assente nos valores éticos, sociais e democráticos do humanismo personalista de inspiração cristã.

Num tempo onde alguns se julgam donos da verdade, actuando como verdadeiros censores, apelamos à liberdade e à participação de todos.

Para reforçar a representatividade dos democrata-cristãos dentro do CDS precisamos do seu apoio.
Junte-se a nós!

opinião

Ideologia de Estado

A área de Cidadania e Desenvolvimento dirigida a crianças desde os 6 anos de idade é o “cavalo de Troia” para a introdução da ideologia de género, da sexualidade precoce e da cultura LGBT.

“Aos pais pertence a prioridade do direito de escolher o género de educação a dar aos filhos”
– Declaração Universal dos Direitos Humanos, artigo 26º, nº 4.

comunicado

Comunicado: Ideologia de género

A TEM, corrente de opinião democrata-cristã do CDS, vem denunciando, desde há dois anos, antes mesmo da sua formalização, a implementação da ideologia de género na sociedade portuguesa.

Repudiamos a doutrinação que está a ser feita de forma furtiva nas escolas portuguesas, em violação da Declaração Universal dos Direitos do Homem e da Constituição da República Portuguesa.

opinião

Sexo: nasço com ele ou constroem-mo?

Ser homem ou ser mulher não é um sentimento flexível e optativo. É uma condição biológica e antropológica.
Só o desprezo pela Ciência, ignorância e ideologia podem afirmar o contrário. Malabarismos ideológicos em moda querem impor-nos antropologias diferentes.
A guerra está declarada contra a Ciência pela chamada “Ideologia do Género” de que Simone de Beauvoir foi pioneira na sua promoção.

entrevista

Há um ‘Tea Party’ no CDS e Cristas não fala dele

Quem nos acusa de falta de representatividade, então está a acusar o CDS de falta de representatividade no país. Nós valemos 10% no congresso e a alternativa à atual liderança vale 30% no congresso. Não é para ignorar, não é falta de representatividade, é o que é. Uma líder inteligente e que agrega tem de ter em conta estas diferentes sensibilidades e tem de tentar conciliar, ouvir, escutar.

opinião

A Mulher, o feminismo e a lei da paridade

(…) os movimentos feministas deveriam inquietar-se, sim, com questões fundamentais, particularmente as relacionadas com a vida laboral e a sua conciliação com o que é a natureza da mulher e as suas reais preocupações. Contudo, o activismo feminista actual não procura satisfazer o que as mulheres precisam, mas apenas o que pretende uma poderosíssima minoria de mulheres. Este activismo tornou-se, inclusivamente, desprestigiante para a mulher.

opinião

Afirmativamente de Direita

Os partidos portugueses apresentam-se acantonados na esquerda ou pela esquerda. Se não há qualquer dúvida quanto aos projectos ideológicos dos partidos da extrema-esquerda, da esquerda ortodoxa ou mesmo da esquerda democrática, seja socialista ou social-democrata, também não deveria haver dúvida quanto aos partidos que ocupam o espaço ideológico e político da direita.